Depois que publiquei o Fusion da Paula e do Junior algumas pessoas me enviaram mensagens pedindo para falar um pouco de como fizemos o trabalho.

Decidimos fazer algumas imagens em Monte Verde, no pico da montanha. Quando pensei nisso imaginei que as dificuldades seriam muitas, afinal levar todo aquele equipamento numa trilha a quase 2000 mil metros não seria nada fácil. Deus me presenteou com pessoas maravilhosas que comparam minha idéia e não medem esforços para fazer sempre o melhor.

Obrigado Paula, Jamal, minha mulher Mauriane, Samuel, Kléber, Wagner, Rafael e a todos do estúdio que mesmo não indo para Monte Verde nos ajudaram fazendo com que a empresa continuasse seus trabalhos. Agradecimento especial ao Laércio, Zélia e Lucas Tamburus que nos emprestaram a casa em Monte Verde.

Já na cidade outra coisa bacana, não tinha ninguém pelas ruas e nem pelas trilhas.
Utilizamos todos os recursos disponíveis para filmar com DSLR. Tripés, Monopés, SteadyCam, Slider, Suporte de ombros, Follow Focus, Filtros, Monitores e também uma grua de 4 metros. (O Rafael até hoje não pode ouvir falar em grua, afinal subiu o morro com ela nas costas, rsss).

Utilizamos as cameras EOS 5D Mark II e a EOS 1D Mark IV com o firmware Lanterna Mágica que permite já visualizar a imagem na proporção 2.35:1 Widescreen, além disso configuramos a câmera para filmar com o Picture Style da Technicolor que gera uma imagem bem flat, quase sem contraste, depois o Kléber finalizou e tratou as cores no Final Cut 7.

Esse material todo captado gerou esse Fusion que vocês podem assistir aqui e também vai gerar um outro filme que apresentarei na Fotografar 2012 em minha palestra. Lá o filme será totalmente diferente, com adição de granulação de cinema, outro roteiro e também no formato 2.35:1 Widescreen.

As fotos do making-of form produzidas pelo Rafael Petrocco e pelo Wagner Moraes.

Ao final disso tudo agradeço a Deus que nos capacitou e permitiu fazer tudo isso.